HAMILTON DE HOLANDA QUINTETO

Aos 39 anos, o bandolinista brasileiro Hamilton de Holanda já ocupa com tranquilidade posto entre os maiores instrumentistas do país, por seu virtuosismo e versatilidade. Toca com igual conforto em duos, trios, quartetos e quintetos. O lendário pianista cubano Chucho Valdés o admira, o acordeonista francês Richard Galliano sempre acha um jeito de colocá-lo para tocar consigo. Acompanhou Maria Bethânia, Ivan Lins, João Bosco, Seu Jorge, John Paul Jones (baixista do Led Zepellin). Ganhou um Grammy Latino em 2015 pela canção Bossa Negra, com os parceiros Diogo Nogueira e Marcos Portinari. O mais proeminente discípulo de Jacob do Bandolim, incansável no exame da obra dos mestres, como Pixinguinha, já se vê desafiado a rever a própria trajetória, o que encara agora no show com o quinteto Brasilianos, que se reuniu pela primeira vez há 10 anos: Hamilton, Gabriel Grossi (gaita), Marcio Bahia (bateria), Daniel Santiago (violão) e Guto Wirtti (baixo).

TOP